Tag: #OSacrifíciodoCervoSagrado

Por Trás d’O Sacrifício do Cervo Sagrado

Atualizado em: 12 de fevereiro de 2018

The-Killing-of-a-Sacred-Deer-790x444

Considerado pelo portal VICE a tragédia mais significativa de 2017, O Sacrifício do Cervo Sagrado (The Killing of a Sacred Deer) é a quinta produção cinematográfica do grego Yorgos Lanthimos (Dente Canino, O Lagosta). A sua fonte de inspiração é Ifigênia em Áulis (408 a.C.), do poeta grego Eurípides. Embora não se trate de uma releitura literal, veremos que o filme traz ecos da tradição clássica, em uma trama densa e claustrofóbica que expõe, graficamente, o coração do horror corporal e revitaliza o poder dos mitos para o público moderno.

Dr. Steven Murphy (Colin Farrell) é um cirurgião cardíaco responsável pela morte de um paciente na mesa de operação. Anos mais tarde ele é visitado por Martin (Barry Keoghan), filho adolescente do homem morto, com o qual faz amizade. Até que o rapaz revela sua verdadeira intenção, punir o médico em nome do que entende por justiça. A regra é simples: Steven deve escolher entre matar sua filha (Raffey Cassidy), filho (Sunny Suljic) ou esposa (Nicole Kidman); do contrário, um a um eles perderão a habilidade de andar, deixarão de comer e começarão a sangrar pelos olhos – necessariamente nesta ordem –, morrendo logo em seguida. Assim, Martin tenta equilibrar a balança. A misteriosa doença é o aspecto mais sombrio do filme, no qual Steven parece tornar-se vítima da cólera de deuses vingativos.

Não por acaso, essa é a essência de Ifigênia em Áulis, o mito que inspirou o filme de Lanthimos e lhe deu nomeSegundo a lenda, Agamémnon provocara a cólera de Ártemis, a deusa da caça, que alterou o regime dos ventos, deixando a armada aqueia presa na ilha de Áulis, incapaz de seguir rumo a Tróia. Ao consultar o adivinho Calcas, Agamémnon descobriu que a cólera da deusa só poderia ser aplacada se consentisse em lhe sacrificar sua filha Ifigênia que, na altura, morava com a mãe em Micenas. Primeiro o pai recusou, mas, pressionado pela opinião geral e sobretudo por Menelau e Ulisses, teve de ceder. Ordenou então a vinda da filha, sob o pretexto de casá-la com Aquiles, e ordenou o seu sacrifício no altar de Ártemis. Porém, a deusa apiedou-se da jovem e colocou em seu lugar, como vítima, uma corça.

Leia mais: Decoding ‘The Killing of a Sacred Deer,’ the Craziest Tragedy of 2017